segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Sedução Fatal
















Texto: SEDUÇÃO FATAL
Autor: Sidney Santborg

A noite chegou e com ela veio a certeza que iria te encontrar...
Não havíamos combinado nada, nem data, nem local ou horário.
Mas inconsciente, eu aguardava o momento de te abraçar e beijar.
Não me recordo de tê-la visto antes... Porém sabia que iria te ver!
Ia por ruas desconhecidas com a expectativa de chegar até você.
Era como uma força me levando, não sentia os meus pés no solo,
Parecia flutuar sobre uma densa névoa que me arrastava à cidade.
Sinceramente, eu não conseguia compreender esse acontecimento.
De repente, a névoa se desfez e senti o solo sob os meus pés...
Fiquei parado observando tudo. Aquele lugar eu não conhecia,
Contudo, algo dizia a minha mente que era ali que te encontraria.
Tudo parecia tão confuso e ao mesmo tempo o óbvio se mostrava!
Em pouco tempo vi você aparecer sedutora e cercada de mistério.
Não a vi de onde veio, apenas percebi sua presença junto a mim...
Foi como se tivesse atravessado um portal que se abriu de repente.
E com um abraço fiquei inteiramente entregue aos seus encantos,
Seu cheiro era como uma droga inebriante e tomava conta de tudo,
Senti minhas forças se esvaindo e a resistência do corpo se findando;
Meu sangue parecia circular de forma acelerada para fora da carcaça.
Senti em minhas extremidades a frieza congelante daquela noite...
Estava desfalecendo ali completamente enganado pela sedução
Da beleza da fera hematófaga que se alimentava da ingenuidade
Dos que acreditavam no amor e mantinham a pureza do coração.

Imagem: guildanjosnoturnos.wordpress.com

Um comentário:

  1. Lindo demais! Adoro o poético em seus textos, parabéns!
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

EU APOIO!

Vídeos referentes a Sidney Santborg

Loading...